O criador da vida não fez dela um jogo

GTI
Tipografia

Nos últimos dias surge mais um evento que depõe contra a vida dos nossos jovens e adolescentes. Blue Whale, "Baleia Azul", um "jogo" que prepara seus participantes para o seu desafio final, o suicídio.


Este jogo, na opinião dos especialistas, tornou-se um incentivo para aqueles que já tem esta tendência e inclinação ao suicídio.
A preocupação em relação ao número crescente de suicídios tem movimentado organizações e governos ao redor do mundo e tem sido tratado como uma questão de saúde pública.
- Como pastores e líderes, precisamos dialogar sobre isso em nossas Igrejas. A informação é muito importante para ajudar, prevenir e auxiliar aqueles que por algum motivo sentem-se inclinados a tal atitude e também aqueles que conhecem alguém que está passando por isso.
- Converse com os adolescentes e jovens da sua Igreja; nós não estamos imunes às circunstâncias do nosso tempo e eles também não.
- Como pais, jovens ou adolescentes, precisamos estar atentos aqueles que estão a nossa volta e tem desenvolvido comportamentos suspeitos como depressão, isolamento, automutilação, etc, ou mesmo, comentam sobre o desejo de suicidar-se. 
- Procure ajudar, mas também, procure ajuda! Fale com um adulto sobre isso. Incentive a pessoa a procurar um tratamento específico orientado por um profissional da área da saúde emocional.
- Caso você seja uma dessas pessoas, saiba que existe um caminho, uma saída, é possível continuar, apesar dos motivos que te levam a pensar de outra maneira: Jesus! A vida está nele! "O Criador da vida não fez dela um jogo"!

Rev. FerLucas
Coordenador Nacional - GTI