8 Razões Pelas Quais Sua Igreja Deve Usar o Cantai Todos os Povos

Secretaria de Música e Liturgia
Tipografia

O Cantai Todos os Povos é o hinário oficial da IPI do Brasil. Estamos na reta final do processo de publicação da edição revisada e em breve o teremos em mãos para uso em nossas igrejas. Pensando nisso, listo aqui 8 razões pelas quais a sua igreja deve adotar o Cantai Todos os Povos. Não se trata de deixar de lado tudo o que se canta hoje, mas sim de acrescentar à vida da igreja a riqueza de nosso hinário.

1: Identidade Presbiteriana Independente

Sendo nosso hinário oficial, o uso do Cantai Todos os Povos é uma das marcas da identidade Presbiteriana Independente, que se reconhece enquanto povo na fidelidade doutrinária e bíblica, na valorização dos símbolos de fé e no cântico e adoração a Deus. Ou seja, usando o Cantai Todos os Povos, sua igreja estará alinhada com as demais igrejas presbiterianas independentes.

2: Fidelidade bíblica das letras

As letras dos cânticos do hinário possuem fidelidade com o conteúdo bíblico. Trata-se não apenas de se cantar a Escritura, mas sim de se ter a letra composta concordando com a Palavra. Ou seja, usando o Cantai Todos os Povos, sua igreja estará cantando fiel e biblicamente.

3: Qualidade teológica das letras

As letras são teologicamente alinhadas com a teologia reformada brasileira que a IPI do Brasil cultiva e desenvolve. Ou seja, usando o Cantai Todos os Povos, sua igreja estará cantando conforme nossas doutrinas.

4: Partituras e Cifras

Não se trata de um hinário com partituras apenas, mas com cifras, facilitando a integração entre músicos eruditos e amadores na execução dos cânticos. Ou seja, usando o Cantai Todos os Povos, sua igreja estará promovendo a comunhão entre músicos de diversos níveis de conhecimento.

5: Variedade de estilo

Há uma imensa variedade de estilos musicais no Cantai Todos os Povos, de hino tradicional a forró! Sim, temos um forró em nosso hinário, o Hino 95, “Deus também é nordestino”, do Rev. Kleber Nobre de Queiroz. Ou seja, usando o Cantai Todos os Povos, sua igreja estará fazendo uso da riqueza de estilos musicais que Deus nos presenteou.

6: Variedade litúrgica

O Cantai Todos os Povos possui cânticos para todos os momentos litúrgicos e do Calendário Cristão. Além disso, possui cânticos para ocasiões especiais e responsos para momentos específicos da liturgia. Ou seja, usando o Cantai Todos os Povos, sua igreja estará usufruindo da variedade e contemporaneidade de cânticos para o culto a Deus.

7: Música brasileira

Falamos da variedade de estilos e até citamos o forró. Mas nem só de forró vive a música brasileira. Entre compositores, arranjadores e harmonizadores, são mais de cinquenta brasileiros, nos mais diversos hinos, trabalhando com os mais diversos ritmos. Ou seja, usando o Cantai Todos os Povos, sua igreja estará valorizando uma das marcas de nossa IPIB que é a brasilidade da música cantada no culto.

8: Instrumental

Para os músicos que possuem um pouco mais de conhecimento técnico, a edição com partituras conta com diversas opções de peças instrumentais para execução em diversos momentos litúrgicos. Trata-se de uma inserção de um momento precioso em que a canção tocada é usada por Deus para falar à nossa vida. Ou seja, usando o Cantai Todos os Povos, sua igreja estará fazendo uso da música instrumental como meio de cultuar a Deus.

Essas são oito razões pelas quais eu recomendo o uso do Cantai Todos os Povos em sua igreja. Independentemente da liturgia do culto de sua igreja ser tradicional, contemporânea, alta liturgia, não importa, o Cantai Todos os Povos foi idealizado e feito para que o povo presbiteriano independente, em sua multiforme expressão litúrgica, cante e louve a Deus como povo chamado por ele. Em breve será feito o lançamento da nova edição, e teremos disponível a edição com partituras e cifras para que os músicos possam conhecer e aprender a usar o nosso hinário.

Sobre a revisão

Como é de conhecimento de quem acompanha esta coluna, a revisão do Cantai Todos os Povos encontra-se em fase final de edição. Gostaríamos que ele estivesse pronto para o 31 de julho de 2016, o que não foi possível. Agora, trabalhamos tendo em vista o 31 de outubro de 2016 para o lançamento. Estas datas não são tiradas da minha cabeça. A Comissão de Revisão, que faz um brilhante trabalho voluntário, em comunicação constante com a Secretaria de Música e Liturgia, é que trabalha nas previsões de data de conclusão dos trabalhos e lançamento do hinário.

Rev. Giovanni Campagnuci Alecrim de Araújo
Secretário de Música e Liturgia de IPIB
Pastor da IPI de Araraquara, SP

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.