Sugestões para os 500 anos da Reforma – parte 1: textos litúrgicos

Secretaria de Música e Liturgia
Tipografia

Com as festividades dos 500 anos da Reforma Protestante, iniciamos agora uma série de três artigos que pretendem apresentar sugestões quanto aos momentos litúrgicos, canções e vestes litúrgicas para as celebrações nas Igreja Locais, Presbitérios e Sínodos de nossa Igreja.

O intuito não é que todas celebrações sejam iguais, mas sim que se tenha algumas ideias e recursos para auxiliar os liturgistas na elaboração de suas celebrações. Assim, nesta primeira parte, apresento as sugestões de textos litúrgicos para a Adoração, Confissão, Louvor, Santa Ceia, Ofertório e Envio.

Adoração

A adoração é o momento inicial do Culto. Recomendamos aqui uma leitura bíblica do texto do Salmo 78, que exalta os poderosos feitos de Deus e seu agir ao longo da história. Recomendamos a leitura alternada, que pode ser entre vozes masculinas e femininas, ou oficiante e congregação. Por se tratar de um salmo longo, 72 versículos, opcionalmente pode-se separar os versos iniciais, 1-8, como destaque.

Confissão

O momento de confissão de pecados deve ser marcado pelo reconhecimento de nossos erros, como Igreja, na proclamação do Evangelho. Assim, propomos a leitura de Efésios 2.1-10 antes do momento de oração silenciosa, um texto clássico da Reforma Protestante e que expressa bem o motivo da nossa salvação. Após a oração de confissão de pecados, propomos a leitura de Efésios 2.11-22.

Louvor

Uma vez perdoados, somos chamados a louvar a Deus por tão grande amor e misericórdia. Vamos tratar das sugestões de cânticos no próximo artigo, por isso, aqui, quero propor que, antes dos cânticos de louvor, seja feita a leitura de Isaías 57.15, enfatizando que o poder do Espírito Santo é quem vivifica nossas vidas, mantendo nossa Igreja fiel à palavra e à herança reformada

Santa Ceia

Para a celebração da Ceia do Senhor recomendamos que se faça uso da liturgia da página 337 do Manual do Culto da IPIB (2ª edição). Mesmo que sua Igreja tenha o costume de celebrar a ceia com fórmulas litúrgicas mais condensadas, uma boa explicação sobre esta parte da liturgia, antes de celebrá-la, é uma oportunidade de mostrar à comunidade como o zelo de João Calvino e outros reformadores com a Ceia foi importante para a preservação da fidelidade bíblica da mesma.

Ofertório

Queremos desafiar as Igrejas, Presbitérios e Sínodos, em suas celebrações, a realizarem um momento de ofertório com recursos revertido para a Secretaria de Evangelização da IPIB. Tal momento deve ser feito tendo em mente o envio dos missionários por João Calvino ao Brasil, ainda na primeira metade do século XVI. Mais que parte de nossa história, o investimento e envio de missionários é parte de nosso princípio de fé.

Envio

Estamos nos preparando para o encerramento da celebração, assim, apontamos para o desafio de vivermos nossa fé com fidelidade bíblica. Para tal, sugerimos a leitura em uníssonos de Hebreus 11.32-40, olhando para os heróis da fé, não nomeados, e vendo neles a inspiração para nossa jornada cristã, sabendo que fomos chamados por Deus para vivermos e proclamarmos o Evangelho em nossa geração.

 

Reverendo Giovanni Campagnuci Alecrim de Araújo
Secretário de Música e Liturgia de IPIB
Pastor da IPI de Araraquara, SP
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.