Propósito e princípios

Devocionais
Tipografia

Certamente, darás os dízimos de todo o fruto das tuas sementes, que ano após ano se recolher do campo. (Deuteronômio 14.22)

O que fazemos em primeiro lugar com o nosso dinheiro demonstra o que mais valorizamos. O dízimo foi instituído para que coloquemos tudo em seu devido lugar: Deus vem em primeiro, depois o resto. Dar a Deus a primeira parte do que recebemos nos faz voltar nossa atenção imediatamente para Ele. Ele é o senhor de nossas vidas, ele provê o sustento para nossas casas. Ao dar o dízimo, eu não estou pagando a Deus, eu estou devolvendo a Deus o que ele me já me deu.

Quando nos dedicamos a entregar os dízimos regularmente, criamos uma cultura em nossas vidas de administrar o dinheiro. O dinheiro não é para satisfazer desejos, é para o nosso sustento. Quando coloco Deus à frente de meus desejos, ele se torna o meu desejo primário. Daí, todos os demais compromissos financeiros são dedicados a ele. Convido você a refletir sobre sua vida financeira. Você tem colocado Deus em primeiro lugar na sua vida, inclusive financeira? Ele é o Senhor do seu sustento, ou apenas do seu domingo? Ao entregar o seu dízimo e sua oferta, tenha certeza de que você o está fazendo em gratidão a Deus, e ele multiplicará os valores ofertados para o sustento e manutenção de sua obra em nossa Igreja.

 

Oração: Deus, eu te agradeço pelo sustento em minha vida e te louvo com todo o meu ser. Em nome de Jesus, amém.

 

Reverendo Giovanni Campagnuci Alecrim de Araújo
Pastor da Igreja Presbiteriana Independente de Araraquara, SP
Secretário de Música e Liturgia da IPIB

_

Participe você também do Devocional 2017 da IPI do Brasil, saiba mais clicando aqui. Acesse a seção de download do site e baixe as devocionais do mês todo.