Mais do que sinais

Devocionais
Tipografia

Então, o profeta Isaías clamou ao SENHOR; e fez retroceder dez graus a sombra lançada pelo sol declinante no relógio de Acaz.  (2Reis 20.11).

Duvidar ou crer? Este é o dilema que sempre vivemos diante de situações difíceis, onde, por mais que Deus nos mostre a saída, não confiamos ou não queremos ver. O rei Ezequias, no texto que lemos, ouviu da voz do profeta Isaías que seria curado. No entanto, parece que não conseguia ter a certeza e a confiança necessária. Por isso, Deus se revela por meio de um sinal ao rei.

Sinais eram comuns no Antigo Testamento, e o são hoje, no entanto, não devemos alicerçar nossa fé em sinais, mas sim na confiança que temos em Deus, desenvolvida por meio do relacionamento que temos com ele. Quanto mais próximos dele, mais confiamos. Uma fé alicerçada em sinais é uma fé equivocada, está reduzida a milagres e não vê o quanto Deus tem reservado para aqueles que o amam. Bênçãos ainda maiores terão os que não viram e creram, esta é a promessa de Jesus.

Ao orar, peça a Deus que aumente sua confiança nele, mas esteja pronto a ouvir sua voz e atender seus pedidos. Ele nos quer por perto e seus sinais são claros ao nosso coração. Não permita que o anseio por um sinal divino tome o lugar da esperança e da fé em Deus, cultive um relacionamento com ele e tenha a certeza de que, no tempo certo, ele responderá e cumprirá sua vontade em nós. Ele sabe o que é melhor para nossa vida. Oremos confiantes em sua misericórdia e seu amor.

Oração: Senhor, quero ouvir tua voz e viver tua vontade em minha vida. Em nome de Jesus, amém.

Reverendo Giovanni Campagnuci Alecrim de Araújo
Pastor da Igreja Presbiteriana Independente de Araraquara, SP
Secretário de Música e Liturgia da IPIB

_

Participe você também do Devocional 2017 da IPI do Brasil, saiba mais clicando aqui. Acesse a seção de download do site e baixe as devocionais do mês todo.