Orando entre amigos

Devocionais
Tipografia

Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; o espírito, na verdade, está pronto, mas a carne é fraca (Marcos 14.38).

O texto de Marcos nos coloca diante do cenário do Getsêmani. Nele, Jesus ora com mais três discípulos. Estes, no entanto, não conseguem se manter acordados para orar com o Mestre. Jesus se angustia por conta da sua hora, que se aproxima, e pede que os discípulos orem com ele, estes não conseguem e são vencidos pelo sono.

Em situações de grande tensão tendemos a ficar mais vulneráveis, podemos facilmente cair em tentação. Jesus nos ensina que devemos sempre orar a Deus, para que permaneçamos fiéis. Outra lição que aprendemos com Jesus, é buscar a ajuda de amigos. Ele buscou seus discípulos, mesmo que estes permanecessem dormindo, ele não abriu mão de procurá-los. Por fim, aprendemos com Jesus que devemos aceitar a vontade do Pai, independente de nossa vontade. Isto significa que devemos manter o foco no que Deus quer de nós.

Hoje, temos a oportunidade de orar e buscar a presença de Deus. Estejamos cientes que uma vida de oração nunca é apenas solitária, mas também em comunidade. Irmãos de fé são mais que pessoas que frequentam a mesma igreja que nós, são aqueles com quem nos identificamos e os temos como “amigo mais chegado do que um irmão” (Provérbios 18.24). Portanto, hoje, entre irmãos, oremos!

Oração: Senhor, te louvo pelos meus amigos, com quem posso orar e buscar tua presença. Em nome de Jesus, amém.

Reverendo Giovanni Campagnuci Alecrim de Araújo
Pastor da Igreja Presbiteriana Independente de Araraquara, SP
Secretário de Música e Liturgia da IPIB