E quanto à verdade, não podemos abandoná-la, mesmo que isso implique na perda de nossa vida, pois não vivemos para esta geração, nem para servir aos príncipes, mas para o Senhor. (Ulrico Zuínglio)

Tudo de Deus, nada sem ele. (Ulrico Zuínglio)

Quando li a sentença tão simples e direta como ade Zuínglo recordei do Salmo 8.1: “Ó SENHOR, Senhor nosso, quão magnífico em toda a terra é o teu nome! Pois expuseste nos céus a tua majestade”. Tudo, absolutamente tudo pertence a Deus. Nada é nosso, nada conquistamos, nada possuímos. Tal postura nos coloca em nosso devido lugar: servos de Deus. Em tempos onde até “igrejas” ensinam que devemos ter, conquistas e possuir, vamos reafirmar esta verdade bíblica e reformada: Tudo de Deus, nada sem ele!

Oração: Senhor, ensina-me a administrar tudo o que me concedes. Em nome de Jesus, amém.

Reverendo Giovanni Campagnuci Alecrim de Araújo
Pastor da Igreja Presbiteriana Independente de Araraquara, SP
Secretário de Música e Liturgia da IPIB

Mais Artigos...