Prezado(a) tesoureiro(a),

Por conta de problemas técnicos, a emissão dos boletos de contribuição das igrejas locais do segundo semestre foram emitidos com atraso e serão enviados ainda nesta semana. Caso haja necessidade, você pode emitir uma segunda via dos boletos da seguinte maneira:

Estamos vivendo uma crise sem precedentes em nosso país tanto no aspecto econômico, político, social, mas sobretudo uma crise de valores.

Há um profundo e generalizado descrédito nas instituições, especialmente com a política. O problema não é novo e nem foi inventado pelos atuais governantes, contudo acentuou-se nos últimos anos e não têm faltado soluções esdrúxulas propondo inclusive a ruptura institucional. Os brasileiros conscientes sabem que não basta mudar governantes ou líderes políticos, é preciso mudanças mais profundas, principalmente nas estruturas e leis que dificultem a corrupção e assegure a efetiva punição aos culpados.

Estamos há mais de um ano ouvindo falar da Operação Lava Jato. Segundo estimativas este é o maior escândalo até agora investigado na história deste país e o Brasil perde por ano cerca de R$ 200 bilhões que poderiam ser aplicados em saúde, educação e outros serviços básicos à população.

A Força Tarefa que hoje investiga esse esquema de corrupção tem entendido que não basta apenas investigar e punir os envolvidos na corrupção. É preciso criar leis mais restritas que inibam e desestimulem a prática de tais crimes. A impunidade aliada a um sistema legal que não inibe essas práticas acabam favorecendo e estimulando a corrupção. Seria ingênuo esperar que o Congresso Nacional tome iniciativas concretas nesse sentido. As igrejas históricas publicaram um Manifesto contra a Corrupção em 2012, contudo é preciso ações mais concretas.

Diante disso a COMEX-AG, reunida recentemente resolveu apoiar e pedir a todas igrejas locais, pastores, líderes, concílios, associações as quais temos relacionado que apoiem as medidas propostas pela força tarefa do ministério público coletando assinaturas para que se transforme em projetos de lei de origem popular. A lei da Ficha Limpa foi um bom exemplo dessa iniciativa.

Recomendamos:

1) Acesse o site www.combateacorrupcao.mpf.mp.br/10-medidas

2) Imprima a folha de assinaturas e faça cópias visando coletar o maior número possível de assinaturas

3) Estimule outras pessoas da sua comunidade a participar

4) Envie a lista para uma unidade do Ministério Público Federal se houver em sua cidade ou remeter para o seguinte endereço:

Procuradoria da República no Paraná, A/C Força-Tarefa Lava Jato, Rua Marechal Deodoro, 933 - Centro, Cep. 80060-010, Curitiba – PR.

No empenho por um país mais justo e mais honesto, somos fraternalmente em Cristo,

 

Rev. Áureo R. Oliveira
Presidente da Assebleia Geral