Falecimento Rev. Dimas Barbosa Lima

IGREJA PRESBITERIANA INDEPENDENTE DO BRASIL

Falecimento Rev. Dimas Barbosa Lima

Com muito pesar, recebemos a notícia do falecimento do Rev. Dimas Barbosa Lima, ocorrido na manhã de hoje, dia 28/6/2020.

O Rev. Dimas era natural da cidade Santa Cruz do Rio Pardo, Estado de São Paulo, tendo nascido no dia 13/5/1939. 

Ao longo de seu ministério pastoral, exerceu importantes funções na IPI do Brasil.

Foi aluno, ainda que por um breve período, no Instituto José Manoel da Conceição, em Jandira-SP, estabelecimento que oferecia um curso pré-teológico. Depois, cursou o Seminário Teológico de São Paulo, onde foi colega de classe do Rev. Leontino Farias dos Santos.

Após sua ordenação ao Ministério da Palavra e dos Sacramento, foi pastor auxiliar do Rev. José Coelho Ferraz, na 1ª IPI de Campinas.

A seguir transferiu-se para Osasco, onde pastoreou inicialmente a IPI de Quitaúna. Depois, assumiu o pastorado da 1ª IPI de Osasco, quando ainda era a 5ª IPI de São Paulo. Ali exerce um longo ministério de 33 anos, até a sua jubilação, em 2009. Em reconhecimento, a 1ª IPI de Osasco concedeu-lhe o título de “Pastor Emérito”. 

Além do pastorado em igreja local, o Rev. Dimas foi, durante muitos anos, presidente do Presbitério Osasco e, também, do Sínodo Osasco. Exerceu ainda a função de secretário executivo da IPI do Brasil.

Casado com Lucy Chagas Barbosa Lima, sua companheira de ministério, musicista que regeu, anos seguidos, o Coro Johann Sebastian Bach, da 1ª IPI de Osasco, tiveram dois filhos, Marco Aurélio e Luciana, que lhes deram três amados netos.

Sem sombra de qualquer dúvida, o Rev.  Dimas nos deixa um legado de amor e comprometimento com a IPIB e com o Reino de Deus.

Em nome da Diretoria da Assembleia Geral da IPIB, desejamos que as palavras do apóstolo Paulo lidas no início, conforte o coração da esposa Lucy, dos filhos Marco Aurélio e Luciana, e dos demais familiares, bem como de todos os colegas pastores e pastoras que conviveram com o Rev. Dimas, e de todas as ex-ovelhas do saudoso ministro.

De fato, o Rev. Dimas viveu para o Senhor e, com certeza, morreu no Senhor. Assim, ele se tornou um bem-aventurado, pois, conforme consta em Apocalipse 14.13: “Bem-aventurados os mortos que desde agora morrem no Senhor. Sim, diz o Espírito, para que descansem dos seus trabalhos, pois as suas obras os acompanham”.

Oremos intercedendo por todos os seus queridos e, ao mesmo tempo, rendamos graças a Deus pela vida e ministério do Rev. Dimas Barbosa Lima!

Acompanhe outras notícias

CONTATO

Scroll Up