Crise política no Peru

IGREJA PRESBITERIANA INDEPENDENTE DO BRASIL

Crise política no Peru

Posicionamento oficial da AIPRAL (Aliança das Igrejas Presbiterianas e Reformadas da América Latina), da qual a IPI do Brasil é integrante:

O Peru, nossa nação irmã, está mergulhado em uma crise profunda e na incerteza de morte e sofrimento. Já vitimado por uma alta incidência de infecções e mortes por COVID-19, o Peru agora se encontra em uma crise política que minou ainda mais a credibilidade das instituições governamentais e enfraqueceu seus sistemas democráticos. Vemos um povo que é “como ovelhas sem pastor” (Mc. 6:34), enquanto seus líderes se apressam para acumular poder e tramar esquemas de benefício próprio pelas costas do povo (Mc. 6: 21-29).

A destituição do Presidente Martín Vizcarra e a consequente renúncia de Manuel Merino, nomeado pelo parlamento como seu sucessor, são casos muito diferentes. Vizcarra foi destituído do cargo, acusado de corrupção por um parlamento que procurava enterrar acusações de corrupção. Merino foi forçado a renunciar por causa de grandes manifestações e da violência repressiva que ordenou contra os manifestantes.

O sistema político do Peru não encontrará soluções para a crise atual se continuar a abrigar a corrupção, a impunidade e os grandes negócios que extraem grandes riquezas dos recursos naturais do Peru, enquanto deixam poucos benefícios para a maioria da população. Jesus comparou os líderes de sua época com aqueles que roubam, matam e destroem, embora venham vestidos com pele de cordeiro (Jo. 10: 10a). A situação atual no Peru certamente se encaixa nessa imagem.

Oramos pelo povo do Peru e que Deus levante entre eles líderes que busquem servir à população, mostrar compaixão pelos vulneráveis, serem sensíveis à criação de Deus e estarem comprometidos com a justiça. Oramos para que esses líderes possam abrir, em meio a tanta injustiça, novos caminhos onde “corra, porém, o juízo como as águas, e a justiça, como o ribeiro impetuoso” (Am. 5:24). Oramos por todos os que perderam entes queridos nas manifestações e aguardamos justiça para aqueles cujas ações causaram ferimentos, mortes e desaparecimentos.

Convidamos nossas igrejas-membro, igrejas irmãs e outras comunidades religiosas a acompanhar o Peru em oração e conclamamos todas as pessoas de boa vontade a permanecerem alertas e ativas em resposta à situação em nossa amada nação irmã, o Peru.

Rev. Darío Barolin

Secretario Executivo da AIPRAL

Acompanhe outras notícias

CONTATO

Scroll Up