Dialogando com a CNA

notícias

IGREJA PRESBITERIANA INDEPENDENTE DO BRASIL

Dialogando com a CNA

comunicação na igreja


A comunicação é fundamental para a sociedade. A igreja como parte dela deve utilizar a comunicação como ferramenta primordial para cumprir sua missão. A live de sábado, 25/09/2021, às 17h00, tratará deste tema. Não percam! Compartilhem e inscrevam-se em nosso canal. Cadastrem-se no link  para receber informações e notícias do nosso trabalho.

CONTATO

O Afeganistão e a Missão da Igreja

notícias

IGREJA PRESBITERIANA INDEPENDENTE DO BRASIL

Afeganistão

o afeganistão e a missão da igreja

Dia 16 de setembro às 10h00 estaremos juntos, realizando um encontro ao vivo com os pastores JOSÉ PRADO, missionário e ativista dos direitos e garantias de refugiados que estão em condição de vulnerabilidade e CORNÉLIO ZILNER, pastor missionário por 8 anos, como missionário transcultural da Sepal no Oriente Médio. Estará conosco também, um MISSIONÁRIO QUE TRABALHA COM REFUGIADOS no exterior e que tem cuidado de pessoas que saíram do Afeganistão.

Nossa live será às 10h00 e terá como mediadores o pastor Jonas Nascimento, pastor da IPI de Cambuci/SP e gestor missionário da Secretaria de Evangelização da IPI do Brasil e o pastor Benício Neto, pastor da IPIB e coordenador do CTM online da IPI do Brasil.

Participe e vamos juntos refletir sobre o papel da igreja e orar sobre a grave crise humanitária que afeta inúmeras vidas naquela região.

CONTATO

Celebração Nacional da Reforma Protestante

notícias

IGREJA PRESBITERIANA INDEPENDENTE DO BRASIL

Celebração Nacional da Reforma Protestante

Celebração Nacional da Reforma Protestante

Estamos nos aproximando da data de mais uma celebração nacional da IPIB.

Temos três cultos, todos os anos, reservados à celebração por toda a nossa amada igreja: Culto da Paixão e Ressurreição; Culto do 31 de Julho; e Culto da Reforma.

A comemoração nacional do aniversário da Reforma do século XVI será no dia 30 de outubro de 2021, sábado, no horário das 19h30.

Apelamos para que nenhuma igreja local, presbitério ou sínodo reserve essa data para a celebração de toda a IPIB.

Sugerimos que sínodos e presbitérios que forem promover algum trabalho em alusão à Reforma o façam no dia 29 de outubro, sexta-feira, e que as igrejas locais utilizem o dia 31 de outubro, domingo, para isso.

Na celebração nacional, no dia 30 de outubro, o responsável pela proclamação da Palavra, será o Rev. Ézio Martins de Lima, pastor da IPI Central de Brasília e 1º vice-presidente da diretoria da Assembleia Geral da IPI.

Nesse culto, iremos ter a oportunidade de participar da Ceia do Senhor.

CONTATO

Campanha Esperança Naviraí

notícias

IGREJA PRESBITERIANA INDEPENDENTE DO BRASIL

campanha esperança naviraí

 

Graça e Paz!

Deus estabeleceu a IPI Central de Naviraí, MS, para ser uma igreja relevante na cidade. A sua atuação e o seu testemunho têm sido determinantes para o anúncio do evangelho de Jesus Cristo naquela cidade com aproximadamente 50.000 habitantes.

A igreja tem desenvolvido muitos projetos sociais e evangelísticos na cidade, com crianças, adolescentes, jovens e na recuperação de dependentes químicos, há mais de 25 anos. Através deles, muitas vidas e famílias foram alcançadas com o evangelho.

Neste ano, a cidade de Naviraí foi atingida por uma catástrofe! Uma tempestade de chuva de granizo e ventos em torno de 127 km/h provocou uma série de destruições na cidade. A IPI Central de Naviraí foi seriamente atingida. Parte da estrutura foi afetada e 1.200 m² da cobertura foram destruídos.

A Comissão Executiva da Assembleia Geral da IPI do Brasil destinou uma oferta de R$ 70.000,00 para cobrir parte das despesas, que foram muitas, porém, insuficiente para cobrir todo o gasto orçado.

Diante disso, cumprindo decisão da Comex da AG, a Diretoria da Assembleia Geral da IPIB está lançando a Campanha Esperança Naviraí, com o intuito de arrecadar o valor de R$ 100.000,00 (cem mil reais), em favor da IPI Central de Naviraí.

Contamos com a participação desta amada igreja para o sucesso desta empreitada. O valor arrecadado não restaurará apenas os espaços físicos, mas servirá para continuar o importante trabalho que a IPI Central de Naviraí tem realizado no resgate das pessoas.

Você pode realizar a sua oferta através dos seguintes dados:
Igreja Presbiteriana Independente Central de Naviraí
Banco do Brasil
Agência: 0954-7
Conta: 47185-2
PIX: ipicnav@yahoo.com.br

Pela Coroa Real do Salvador!

Acompanhe outras notícias

CONTATO

8ª Educação Continuada da IPI do Brasil

notícias

IGREJA PRESBITERIANA INDEPENDENTE DO BRASIL

8ª educação continuada da IPI do brasil

 

“Pastorais na pandemia: ação dos ministérios no sustento da igreja”. Este é o tema da Educação Continuada deste ano de 2021.

O curso acontecerá a partir do dia 1º de outubro de 2021, na modalidade a distância (EAD), por meio do Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) da FATIPI
(acesso pelo site: www.fatipi.edu.br).

Pastores, pastoras, missionários e missionárias que atuam no Brasil ou em outro país devem participar do curso, com exceção dos jubilados e jubiladas.

Um e-mail será enviado no final deste mês de setembro, com mais informações a respeito do acesso e ingresso no curso.

Todos se encontrarão previamente matriculados no AVA e terão como login o seu CPF.

Qualquer dúvida, favor entrar em contato por e-mail: educontinuada@ipib.org

Rev. Helinton Rodrigo Zanini Paes
Coordenador do Curso

Realização:
Secretaria de Educação Teológica
Secretaria Pastoral Nacional
Faculdade de Teologia de São Paulo da IPIB

Acompanhe outras notícias

CONTATO

A Lei Geral de Proteção de Dados e a IPI do Brasil

notícias

IGREJA PRESBITERIANA INDEPENDENTE DO BRASIL

LGPD IPIB Modelo

A lei geral de proteção de dados e a ipi do brasil

A IPI do Brasil promoverá no próximo sábado, 11/09/21, às 10h00, uma live especial com o tema: “A Lei Geral de Proteção de Dados e a IPI do Brasil”, com o objetivo de apresentar as particularidades da nova legislação aplicadas a nossa Igreja.

Será uma oportunidade para entendermos como esta Lei se aplica às nossas igrejas locais e Concílios, e de se tirar dúvidas sobre o assunto.

Participarão desta live o Rev. Paulo Cesar de Souza, Encarregado de Proteção de Dados da IPI do Brasil, o Dr. Juliano Maranhão, sócio do Escritório Sampaio Ferraz, que é quem presta consultoria em LGPD para a IPI do Brasil e Vinicius Fantini, sócio da YOUTI, empresa especializada em proteção de dados para o terceiro setor e que presta consultoria nesta área para a IPI do Brasil.

Será uma ótima oportunidade de conhecermos melhor o assunto, que atualmente é de interesse de todos.

CONTATO

Manifesto em defesa da democracia e dos valores evangélicos

notícias

IGREJA PRESBITERIANA INDEPENDENTE DO BRASIL

MANIFESTO da aliança cristã evangélica brasileira

A Aliança Cristã Evangélica Brasileira, da qual a IPI do Brasil é integrante, por decisão da Assembleia Geral da IPIB, apresenta Manifesto em defesa da democracia e dos valores evangélicos sobre a participação política cristã.

————————————————————

A Aliança Evangélica reafirma seu compromisso com os valores democráticos, com o Estado de direito e com as autoridades brasileiras legitimamente constituídas.

A democracia é o regime político que permite a divergência de ideias na forma da lei.

Manifestamos nossa clara repulsa a qualquer tentativa de ruptura com o processo democrático e o império da lei.

Reafirmamos nosso compromisso em promover a unidade do corpo de Cristo, sendo também voz profética para o nosso país. Celebramos nestes dias a independência do Brasil e todas as demais conquistas a partir dela, porém estamos conscientes do momento conturbado que atravessamos, lamentando, sobretudo, as mais de 580 mil mortes pela Covid-19.

O objetivo deste texto é nos posicionarmos diante de possíveis ameaças à ordem constitucional, apontando valores evangélicos sobre a participação política cristã.

A participação política e cívica é incentivada às comunidades cristãs desde a igreja primitiva, como atesta o Novo Testamento. Esta participação, contudo, é diretamente norteada por valores sólidos, tais como:

1. A participação política e cívica cristã é pautada no amor e na fidelidade a Jesus Cristo acima de todas as coisas. Jesus é nosso bendito e único soberano, Rei dos reis e Senhor dos senhores (1Tm 6.15). Os cristãos são advertidos contra o pecado da idolatria (1Co 10.14), que é equivalente ao pecado da ganância (Cl 3.5). Assim, somos exortados a amar a Cristo acima de qualquer outra pessoa, incluindo líderes políticos, parentes ou a nós próprios (Lc 14.26), de todo coração, todo entendimento, toda alma, e toda força (Mc 12.30).

2. A participação política e cívica cristã permite a diversidade de opiniões entre os verdadeiros cristãos, incluindo divergências políticas. Unidade não é uniformidade. É um fato ordinário que haja discordâncias entre seres humanos, mesmo entre cristãos (At 15.36-41). Contudo, o modo cristão de resolver as discordâncias, incluindo os conflitos políticos, é sempre norteado pelo imperativo do amor ao próximo (Rm 13.8-10), visando o bem comum (1Tm 2.1-6).

3. A participação política e cívica cristã jamais desrespeita ou esvazia a humanidade de ninguém, nem dá lugar ao ódio e ao linguajar ofensivo, que são obras da carne. O cristão deve tratar todas as pessoas com respeito e amor (Rm 13.8-10), sendo exortado a morrer por Cristo se necessário, mas nunca a matar em nome de Cristo, pelo contrário, amar seus inimigos e orar por aqueles que o perseguem (Mt 5.43-48). A marca da maturidade cristã é o equilíbrio entre a verdade e o amor (Ef 4.15). Todo confronto com a verdade, a partir da comunidade cristã, deve ser feito em amor, visto que o ódio e o desejo de matar são características das pessoas sem Deus (Gl 5.20) e dos filhos do Maligno (1Jo 3.11-18, Ef 4.26-27). As respostas do cristão, incluindo conversas sobre política, devem ser “sempre agradáveis e temperadas com sal” (Cl 4.5-6). O cristão deve abençoar quem o ofende (Rm 12.14), não retribuir mal com mal (Rm 12.17) e não ser vingativo, mas generoso e misericordioso (Rm 12.19-21). Jesus afirma que seremos julgados por Deus por cada palavra que dissermos (Mt 12.36). A luta cristã não é contra carne ou sangue, mas espiritual, por isso deve ser realizada em espírito de oração (Ef 6.12-18).

4. A participação política e cívica cristã não é desesperada e ansiosa, pois a fé da igreja está em Cristo e não no poder humano. No Novo Testamento a atividade política não é uma atividade corredentora, visto que a salvação e esperança cristã estão firmadas somente em Jesus Cristo (At 4.12). O mesmo texto que ensina a orar pelas autoridades, também ensina que Jesus Cristo é o único Mediador entre Deus e os homens (1Tm 2.1-6). A ansiedade com desafios materiais, que também se manifesta na ansiedade política, foi condenada por Jesus como uma forma de incredulidade na providência divina. A prioridade cristã é o Reino de Deus (Mt 6.25-34). Jesus redirecionou as expectativas políticas dos discípulos para uma missão de testemunho espiritual até os confins da terra (At 1.6-8). Os cristãos podem sofrer na caminhada por diversas razões, incluindo as injustiças políticas, mas pela misericórdia de Cristo não sucumbem ao cinismo e ao desespero (2Co 4.8-9).

5. A participação política e cívica cristã visa promover a convivência e a viabilidade da sociedade. A política não é um fim em si mesmo, mas uma ferramenta para a promoção do bem comum, da civilidade e da convivência entre as pessoas (Rm 13.1-7), baseada na justiça e nos valores do Reino de Deus. Portanto as orações da igreja são democráticas, em prol de todas as autoridades e de todas as pessoas (1Tm 2.1-2). O cristão não é ensinado a pensar e agir facciosamente nem com intolerância, mas sempre visando o conjunto de uma sociedade tranquila e pacífica (1Tm 2.2). O ministério da igreja não é promover a polêmica e a divisão, mas a reconciliação (2Co 5:10). A Reforma Protestante reafirmou o sacerdócio universal de todos os crentes. Somente Jesus Cristo é Senhor, Salvador e Mediador entre Deus e seres humanos. Reafirmado este preceito elementar, é válido ressaltar que os pastores cristãos devem exercer uma influência amorosa sobre o rebanho de Cristo, não sendo violentos, mas amáveis, pacíficos e não apegados ao dinheiro (1Tm 3.3). Devem agir motivados pelo desejo de servir e não com ganância (1Pe 5.2), não como dominadores, mas como exemplos de testemunho cristão (1Pe 5.3). O Novo Testamento faz um alerta a todos os pastores que têm sede de poder (3Jo 9-10). Oramos para que os pastores exerçam seus ministérios com amor, dignidade e responsabilidade diante de Deus e de toda a sociedade.

Neste tempo de crise, a Aliança Cristã Evangélica Brasileira recomenda a todos os cristãos:

Oração: oremos individualmente, nas nossas casas, nas igrejas e comunidades de fé, pelas autoridades constituídas em todos os níveis. Sejam do executivo, legislativo e judiciário.
Discernimento: busquemos o entendimento, procuremos boa orientação, fujamos daqueles que semeiam valores incompatíveis com o Evangelho, como o ódio, a destruição do outro e a divisão.
Amor: pratiquemos o amor exercitando o respeito, a tolerância e a empatia. Respeitemos o direito de manifestação e de silêncio daqueles que são contrários às nossas convicções políticas. Pratiquemos o diálogo e a escuta atenciosa e amorosa nos dissensos e debates políticos.

“Ainda que eu dê aos pobres tudo o que possuo e entregue o meu corpo para ser queimado, mas não tiver amor, nada disso me valerá”
1Coríntios 13.3

 

Acompanhe outras notícias

CONTATO

D. Luiza Pereira de Magalhães

notícias

IGREJA PRESBITERIANA INDEPENDENTE DO BRASIL

D. Luiza Pereira de Magalhães

No dia do centenário da morte de D. Luiza Pereira de Magalhães, esposa do Rev. Eduardo Carlos Pereira, um dos líderes da organização da Igreja Presbiteriana Independente do Brasil, O Estandarte disponibiliza este Caderno Especial a respeito de sua preciosa existência e ministério.
 
Nascida na Suíça, no dia 10 de janeiro de 1857, ela faleceu em São Paulo, no dia 28 de agosto de 1921. Casou-se com o jovem Eduardo Carlos Pereira no ano de 1880, que seria licenciado ao ministério da palavra e sacramentos no dia 1º de setembro desse mesmo ano, e compartilhou seu trabalho pastoral até o final de sua vida.
 
A Escritura Sagrada nos ensina que devemos honrar a quem se deve honra. Diante dessa orientação, temos de reconhecer que, muitas vezes, não temos sido fiéis em relação à honra devida às esposas de pastores. Nem sempre seus nomes são lembrados. Com frequência, são figuras anônimas. No entanto, em geral, são elas que sustentam, com abnegação, o ministério dos seus maridos.
 
Agradecemos a Deus pelo trabalho desenvolvido pelo Rev. Sergio Gini que se dedicou a pesquisar e a escrever sobre a vida e obra de D. Luiza Pereira de Magalhães, permitindo-nos honrar sua ilustre pessoa que serviu ao Senhor com consagração ao lado do Rev. Eduardo Carlos Pereira.
 
Ao entregarmos esta obra ao público, rogamos que ela sirva de inspiração para todas as esposas de pastores e, ao mesmo tempo, nos ajude a tributarmos a honra devida a todas elas.
 
Gerson Correia de Lacerda
Editor de O Estandarte

Acompanhe outras notícias

CONTATO

Suspensão Temporária da Livraria Pendão Real

notícias

IGREJA PRESBITERIANA INDEPENDENTE DO BRASIL

Suspensão Temporária da Livraria Pendão Real

A Associação Evangélica Literária Pendão Real, em reunião realizada no dia 6 de agosto, tomou a decisão de suspender temporariamente suas atividades até o final deste ano de 2021.
Com isso, a Livraria da entidade permanecerá fechada durante esse período.
Tal decisão tem por objetivo reorganizar todos os trabalhos da Associação e da Livraria a fim de melhor servir ao povo da IPIB e ao público em geral.

Acompanhe outras notícias

CONTATO

Live de Aquecimento: Fórum de Revitalização de Igrejas

notícias

IGREJA PRESBITERIANA INDEPENDENTE DO BRASIL

Live Aquecimento

live de aquecimento

📅 Hoje, 17 de agosto, às 19h00 (horário de Brasília), teremos mais uma live de aquecimento ❤️‍🔥 do Fórum de Revitalização de Igrejas da IPI do Brasil.

📺 A transmissão será na página do Facebook e no canal do YouTube da IPI.

Contaremos com a participação dos moderadores das trilhas de treinamento, apresentando o que será tratado em cada trilha.

👪 Participe! IPI do Brasil, somos família.

CONTATO